Dolo Eventual

David Afonso
[Porto]
Pedro Santos Cardoso
[Aveiro/Viseu]
José Raposo
[Lisboa]
Graça Bandola Cardoso
[Aveiro]


Se a realização de uma tempestade for por nós representada como consequência possí­vel dos nossos textos,
conformar-nos-emos com aquela realização.


odoloeventual@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue Grandes Dramas Judiciários

Visite o nosso blogue metafísico: Sísifo e o trabalho sem esperança

O Dolo Eventual convida todos os seus leitores ao envio de fotografias de rotundas de todos os pontos do país, com referência, se possível, à sua localização (freguesia, concelho, distrito), autoria da foto e quaisquer dados adicionais para rotundas@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue As Mais Belas Rotundas de Portugal


Powered by Blogger


Acompanhe diariamente o Dolo Eventual

sexta-feira, janeiro 26, 2007

Assalto à Ria de Aveiro

Comments on "Assalto à Ria de Aveiro"

 

Anonymous Anónimo said ... (janeiro 26, 2007 4:39 da tarde) : 

A pergunta que fazes no fim é retórica. As entrelinhas das declarações da luminária sugerem precisamente isso. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

 

Blogger Nelson Peralta said ... (janeiro 26, 2007 9:35 da tarde) : 

Quem venceu o concurso, concorreu sabendo que o projecto estava sujeito a aprovação. Não o teve ponto final.

O solo da Ria é domínio público. Uma transferência de milhões, até que podiam pagar taxas!

Ciclicamente todos os seus defensores surgem sincronizados na imprensa em defesa da Maria da Barra (leia-se complexo imobiliário da barra). Foi em Agosto, voltam agora!

 

Blogger Multieditor said ... (janeiro 27, 2007 1:25 da manhã) : 

Pois, estão a adivinhar chuva! Parece-me que vamos ter novidades dentro de muito pouco tempo...

 

post a comment

Links to "Assalto à Ria de Aveiro"

Criar uma hiperligação