Dolo Eventual

David Afonso
[Porto]
Pedro Santos Cardoso
[Aveiro/Viseu]
José Raposo
[Lisboa]
Graça Bandola Cardoso
[Aveiro]


Se a realização de uma tempestade for por nós representada como consequência possí­vel dos nossos textos,
conformar-nos-emos com aquela realização.


odoloeventual@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue Grandes Dramas Judiciários

Visite o nosso blogue metafísico: Sísifo e o trabalho sem esperança

O Dolo Eventual convida todos os seus leitores ao envio de fotografias de rotundas de todos os pontos do país, com referência, se possível, à sua localização (freguesia, concelho, distrito), autoria da foto e quaisquer dados adicionais para rotundas@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue As Mais Belas Rotundas de Portugal


Powered by Blogger


Acompanhe diariamente o Dolo Eventual

terça-feira, maio 29, 2007

Os herdeiros de Santa Joana Princesa

Comments on "Os herdeiros de Santa Joana Princesa"

 

Blogger JMO said ... (maio 30, 2007 9:57 da manhã) : 

David Afonso,

Ora vamos por partes. O primeiro ponto é que fui sintético q.b. e por isso tiraste conclusões que eu acho que não tinha quando escrevi o meu comentário.

1-O endereço era para ires ver. Eu fui. Dado que já conhecia o projecto (dai o comentário a dizer que devias ter ido à descrição dos projectos Aveiro Digital) pois o Museu tinha-o candidatado. E também sabia que o iam lançar ontem.

2 - É claro que não é um site oficial (tenho a minha opinião especifica sobre o que deve ser um site de um museu) mas é a primeira "passagem" de conhecimento do museu para a população. Não é um site infantil (ok, agora estou a brincar) mas sim um site para "infantes" :)

3 - Quanto a não fazer a mais pálida ideia do que é um site do museu, a arrogância fica por tua conta. Sabes o meu percurso profissional.

4 - A "estória" UA - Cidade é que por dá cá aquela palha, há sempre uns velhos do Restelo (ou da Boavista)que lembram as costas voltadas da cidade à dita.
O Museu de Aveiro tem, é bom não esquecer, tutela nacional. E não me alongo mais, por ora.

 

Blogger David Afonso said ... (maio 30, 2007 11:24 da manhã) : 

Bom, então estamos de acordo: não é natural que um museu não seja dotado de um site.

Quanto ao Aveiro Digital, afinal o teu comentário - nada arrogante, por sinal - apenas confirmava o que eu havia dito: a AD não serviu para dotar esta instituição das ferramentas virtuais.

O facto de a tutela do MA não ser municipal mas do IPM não iliba ninguém: o desleixo central vem do desinteresse local.

Mas há muitos velhos do Restelo, da Boavista ou do Rossio, Caramba! É gente a mais a dizer o mesmo para se acreditar que as relações entre a cidade, a CMA e a UA são pacíficas. É mais cómodo esquecer e atribuir essa má impressão às más bocas. É que neste caso é "história" mesmo e não "estória" como gostaria que fosse.

 

Blogger JMO said ... (maio 31, 2007 5:38 da tarde) : 

David,

O engraçado é que o exemplo do Museu de Ilhavo vem exactamente de uma estrutura local, gerida por locais...

Claro que o Museu falhou. Porque senão tinha alinhado com a Biblioteca e com outras iniciativas e tinha promovido um bom site. Como saberás daqui a alguns meses!

 

Blogger David Afonso said ... (junho 01, 2007 12:20 da tarde) : 

É verdade que o MA parece ter um problema de liderança, mas a CMA não pode lavar as mãos do assunto. Aveiro precisa de redefinir a sua imagem para oferecer um produto competitivo. Praia, Ria e Arte Nova é muito pobre. Há algum tempo que defendo a necessidade de se criar um Museu de Arte Contemporânea para a cidade como instituição âncora. Na minha perspectiva até devia ser um museu especializado em Arte Multimédia (digital, vídeoarte e fotografia). É claro que entretanto a prioridade foi para um estádio-fantasma...
Ah! E o sal! Aveiro não tem explorado convenientemente este filão. Até a Figueira da Foz, cujas salinas são muito mais modestas que as nossas, tem sabido aproveitar este trunfo.

 

post a comment

Links to "Os herdeiros de Santa Joana Princesa"

Criar uma hiperligação