Dolo Eventual

David Afonso
[Porto]
Pedro Santos Cardoso
[Aveiro/Viseu]
José Raposo
[Lisboa]
Graça Bandola Cardoso
[Aveiro]


Se a realização de uma tempestade for por nós representada como consequência possí­vel dos nossos textos,
conformar-nos-emos com aquela realização.


odoloeventual@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue Grandes Dramas Judiciários

Visite o nosso blogue metafísico: Sísifo e o trabalho sem esperança

O Dolo Eventual convida todos os seus leitores ao envio de fotografias de rotundas de todos os pontos do país, com referência, se possível, à sua localização (freguesia, concelho, distrito), autoria da foto e quaisquer dados adicionais para rotundas@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue As Mais Belas Rotundas de Portugal


Powered by Blogger


Acompanhe diariamente o Dolo Eventual

segunda-feira, outubro 12, 2009

Vitória sofrida ou talvez não

Comments on "Vitória sofrida ou talvez não"

 

Anonymous h.horta said ... (outubro 12, 2009 2:14 da manhã) : 

Penso que no caso da Capital, tal como António Costa muito bem referiu, esta é uma vitoria de quem se quis unir e procurar convergências a bem de Lisboa.
Fica a lição para a CDU que por força das suas directivas de política nacional, optou por uma candidatura separada pondo essas mesmas directivas acima do interesse da cidade.
Fica igualmente a lição para o BE que retirou a confiança política a Sá Fernandes por este durante o seu mandato se ter envolvido no processo construtivo que qualquer vereação camarária feita com responsabilidade implica, não fazendo na câmara a política do bota a baixo que naturalmente os dirigentes BE esperavam.
Quanto ao "menino guerreiro", também fica a lição que os Lisboetas não têm memória curta e não são estúpidos, pois não valeu a pena o trazer para a campanha autárquica problemas como a localização do novo aeroporto, assunto que foje completamente das responsabilidades do presidente da CML, mas honra lhe seja feita que nesta noite mais honesto não poderia ter sido, vai ponderar em função dos seus interesses profissionais (?), ( mas o homem FAZ realmente alguma coisa) e em função dos seus interesses pessoais, como seria de esperar borrifa-se para os interesses de Lisboa e borrifa-se igualmente para todos aqueles que lhe confiaram o voto.
Como a maioria absoluta de António Costa já é a esta hora um dado adquirido, muito dificilmente Santana Lopes ficará como vereador, pois assim nunca terá o protagonismo que tanto gosta.

 

post a comment

Links to "Vitória sofrida ou talvez não"

Criar uma hiperligação