Dolo Eventual

David Afonso
[Porto]
Pedro Santos Cardoso
[Aveiro/Viseu]
José Raposo
[Lisboa]
Graça Bandola Cardoso
[Aveiro]


Se a realização de uma tempestade for por nós representada como consequência possí­vel dos nossos textos,
conformar-nos-emos com aquela realização.


odoloeventual@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue Grandes Dramas Judiciários

Visite o nosso blogue metafísico: Sísifo e o trabalho sem esperança

O Dolo Eventual convida todos os seus leitores ao envio de fotografias de rotundas de todos os pontos do país, com referência, se possível, à sua localização (freguesia, concelho, distrito), autoria da foto e quaisquer dados adicionais para rotundas@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue As Mais Belas Rotundas de Portugal


Powered by Blogger


Acompanhe diariamente o Dolo Eventual

sexta-feira, fevereiro 23, 2007

Casos jurídicos para curiosos não juristas [69º]

Comments on "Casos jurídicos para curiosos não juristas [69º]"

 

Blogger MRF said ... (fevereiro 23, 2007 3:57 da manhã) : 

2)Sim

 

Anonymous c.alexandra said ... (fevereiro 23, 2007 9:54 da manhã) : 

2)

 

Blogger aL said ... (fevereiro 23, 2007 11:49 da manhã) : 

2)

 

Blogger Mário Almeida said ... (fevereiro 23, 2007 5:23 da tarde) : 

Depende do que quer dizer "totalidade".
É mais ou menos do que o valor da dívida ?

 

Blogger David Afonso said ... (fevereiro 26, 2007 3:34 da tarde) : 

1

 

Blogger Engº Carlos Guimarães Pinto said ... (fevereiro 28, 2007 2:23 da tarde) : 

1

 

Blogger Claudia Gonçalves said ... (fevereiro 28, 2007 4:54 da tarde) : 

Mário, não é o valor da dívida aqui a questão, mas sim se e independentemente do valor da dívida a lei permite penhorar um depósito bancário na totalidade.

 

Blogger Mário Almeida said ... (março 01, 2007 2:17 da tarde) : 

2

 

Blogger Xor Z said ... (março 06, 2007 1:28 da manhã) : 

Não - 1)

 

post a comment

Links to "Casos jurídicos para curiosos não juristas [69º]"

Criar uma hiperligação