Dolo Eventual

David Afonso
[Porto]
Pedro Santos Cardoso
[Aveiro/Viseu]
José Raposo
[Lisboa]
Graça Bandola Cardoso
[Aveiro]


Se a realização de uma tempestade for por nós representada como consequência possí­vel dos nossos textos,
conformar-nos-emos com aquela realização.


odoloeventual@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue Grandes Dramas Judiciários

Visite o nosso blogue metafísico: Sísifo e o trabalho sem esperança

O Dolo Eventual convida todos os seus leitores ao envio de fotografias de rotundas de todos os pontos do país, com referência, se possível, à sua localização (freguesia, concelho, distrito), autoria da foto e quaisquer dados adicionais para rotundas@gmail.com


Para uma leitura facilitada, consulte o blogue As Mais Belas Rotundas de Portugal


Powered by Blogger


Acompanhe diariamente o Dolo Eventual

quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Casos jurídicos para curiosos não juristas [sem número]

Comments on "Casos jurídicos para curiosos não juristas [sem número]"

 

Blogger Caiano Silvestre said ... (fevereiro 01, 2007 7:13 da tarde) : 

Sim.

(e ós pois a malta copia!)

;)))

 

Anonymous Tito e Tobias said ... (fevereiro 01, 2007 9:18 da tarde) : 

Vejam lá se depois não dou as respostas erradas!!!Ehehehehe

 

Blogger aL said ... (fevereiro 01, 2007 10:18 da tarde) : 

formalmente não, dado que os juristas estão excluídos de participar.

mas pessoalmente, não me importo nada que participe! :)

 

Blogger Luís Bonifácio said ... (fevereiro 02, 2007 9:21 da manhã) : 

Como o concurso é para "Não-Juristas", não deve participar.

Como é jurista, poderia contribuir com uns casos.

 

Blogger Pedro Santos Cardoso said ... (fevereiro 02, 2007 9:37 da manhã) : 

Excelente proposta a do Bonifácio.

 

Blogger Xor Z said ... (fevereiro 03, 2007 9:14 da tarde) : 

Não tenho qualquer objecção a que o sujeito participe. Trata-se, como o caso da IVG, duma questão de consciência e essa, embora em muitos casos isso aconteça, não deve ser violada de modo nenhum. Com isto tudo passei-lhe a "batata quente", o homem que decida.

 

Blogger MRF said ... (fevereiro 06, 2007 7:14 da tarde) : 

ele que decida em consciência ;)
nada de referendos!

 

Blogger Mário Almeida said ... (fevereiro 07, 2007 1:03 da manhã) : 

Ele ao confessar está na prática a dizer que não quer participar mais.

Compreende-se.

Era como se qualquer um de nós participasse num concurso da somar e subtrair juntamente com crianças do 4ª classe.

Claro que qualquer um de nós pode ir ao google, mas acredito que ninguém o faça. Para quê ?

O prazer e o interesse do concurso é precisamente a ligação entre as leis e o senso comum.

Como é sabido, ou se percebe de leis ou se tem senso comum. :-)

Um abraço

 

post a comment

Links to "Casos jurídicos para curiosos não juristas [sem número]"

Criar uma hiperligação